Consultor Jurídico

Patrocinados

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ferramenta permite que advogado fique sempre informado sem perder tempo

A cada minuto, uma avalanche de novas informações chega à internet. Estimativa mais recente (com dados de 2015) mostra que, a cada dia, 20 mil sites são criados — 3,5% deles são de notícias, 52% são blogs. E o advogado precisa ficar a par das informações relevantes para o seu trabalho, como notícias, atos oficiais e jurisprudência.

A “caça” por informações não pode, no entanto, tirar tempo que o profissional do Direito deveria usar para advogar. Se trabalha em escritório, seu foco deve estar em atividades como reuniões com clientes, elaboração de peças e audiências. Se atua em departamento jurídico, deve se preocupar, por exemplo, em definir estratégias e orientar a atuação de profissionais externos.

Para se manterem informados sem perder tempo, os advogados podem contar com o Clipping Setorial ConJur (clique aqui para mais informações). A ferramenta permite que o profissional selecione suas áreas de interesse — que vão de Direito Constitucional a Recuperação Judicial — e receba diariamente, em seu e-mail, as informações mais importantes e úteis que saíram nos principais jornais e sites do Judiciário, Executivo e Legislativo.

Com isso, o advogado não precisará mais perder horas lendo centenas de páginas diariamente. A ConJur faz isso e entrega as notícias que o profissional realmente quer e precisa. Em agosto, em comemoração ao mês do advogado, o serviço está com preço promocional para assinaturas mensais (R$ 30) e anuais (R$ 300).

O Clipping Setorial está disponível para as seguintes áreas:

Área Temas
Direito AdministrativoLicitações, concessões, verba pública, precatórios e direito dos servidores públicos
Direito Ambiental e AgrárioLicitações da área, PNRS, licença ambiental, reforma agrária, compra de terras por estrangeiros e agronegócio
Direito CivilDireito de Família, Direito Imobiliário, Registro de Patente, propriedade intelectual, multas e indenizações
Direito ConstitucionalAssuntos que tratam da constitucionalidade ou inconstitucionalidade de normas e decisões
Direito do ConsumidorRelações de consumo, decisões, regulações do setor e punições do Procon
Direito EleitoralDecisões do TSE e de todos os TREs sobre prestação de contas, crimes eleitorais, multas e Reforma Política
Direito EmpresarialCódigo Comercial, falências, recuperação judicial, punições e comunicações à CVM e regulação do mercado de capitais
Direito PenalCrimes financeiros, tributários, peculato, corrupção e crimes de grande repercussão nacional, e também todas as discussões sobre o Código Penal
Direito RegulatórioAgências reguladoras, defesa da concorrência, julgamentos do Cade e alterações regulatórias
Direito SecuritárioRegulações e punições da ANS, previdência complementar e direito do consumidor no setor
Direito Trabalhista e PrevidenciárioDecisões do TST e de todos os TRTs, previdência social e todas as discussões sobre alterações na CLT
Direito TributárioPrecatórios, crimes tributários, alterações em impostos e resoluções do Carf e da Receita Federal
Direito e EconomiaAtividades das empresas de infraestrutura, panorama geral do mercado financeiro e informações sobre a economia e política da China
Recuperação JudicialRecuperações pedidas por empresas em dificuldades, riscos para credores, mercado de crédito, falências e decisões judiciais relacionadas

Revista Consultor Jurídico, 11 de agosto de 2016, 8h29

Comentários de leitores

2 comentários

Ferramenta de informação para o advogado

6345 (Advogado Autônomo)

Gostei muito da ideia de ter um informativo setorial, apesar de já ter o hábito de percorrer sítios jurídicos na internete a procura de informações. O que não me anima é o preço, muito caro pra informações que o fornecedor só terá o trabalho de procurar uma vez e a partir dai disparar para os assinantes, afinal estamos na internet.

Ferramenta de informação para o advogado

6345 (Advogado Autônomo)

Gostei muito da ideia de ter um informativo setorial, apesar de já ter o hábito de percorrer sítios jurídicos na internete a procura de informações. O que não me anima é o preço, muito caro pra informações que o fornecedor só terá o trabalho de procurar uma vez e a partir dai disparar para os assinantes, afinal estamos na internet.

Comentários encerrados em 19/08/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.