Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Proposta orçamentária

CNJ calcula gastar R$ 220,7 milhões em 2018; 1,3% a menos do que em 2017

O Conselho Nacional de Justiça calcula gastar R$ 220,7 milhões em 2018, valor 1,3% menor do que previsto para este ano, segundo proposta orçamentária aprovada pelos membros do órgão nesta terça-feira (1/8).

Cármen Lúcia afirmou que o CNJ está renegociando valores de contratos.
José Cruz/ Agência Brasil

De acordo com o CNJ, o gasto respeita o limite estabelecido pelo Ministério do Planejamento, de acordo com o novo regime fiscal de controle de gastos do governo federal. A proposta deverá ser encaminhada até o dia 15 de agosto ao Congresso.

A ministra Cármen Lúcia, presidente CNJ e do Supremo Tribunal Federal, afirmou que o dinheiro destinado para a atividade-fim do conselho, como correições, pesquisas e julgamentos, está mantido no mesmo patamar de 2017. Ela afirmou ainda que o órgão está renegociando os valores de alguns contratos. Com informações da Assessoria de Imprensa do CNJ.

Revista Consultor Jurídico, 1 de agosto de 2017, 18h12

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 09/08/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.