Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Funções administrativas

Supremo indica ex-juiz de Teori e desembargadora do TJ do Ceará para o CNJ

Por 

O Supremo Tribunal Federal decidiu indicar o juiz Márcio Scheffler Fontes e a desembargadora Maria Iracema Martins do Vale, do Tribunal de Justiça do Ceará, para compor o Conselho Nacional de Justiça. As indicações foram aprovadas em sessão administrativa, na tarde desta quarta-feira (9/8).

Scheffler é juiz de Direito do Tribunal de Justiça de Santa Catarina. Entre 2012 e o início deste ano, ele trabalhou como juiz auxiliar do ministro Teori Zavascki no Supremo Tribunal Federal. Antes disso, estava na comarca de Canoinhas, em Santa Catarina. Foi aprovado para o CNJ por unanimidade.

Especialista em Direito Público, a desembargadora Maria Iracema é das integrantes mais antigas do TJ do Ceará. Presidiu o órgão entre 2015 e 2017 e chegou a ocupar o governo do estado interinamente, entre 14 e 19 de janeiro deste ano. Também já presidiu o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará e o Colégio de Presidentes de Tribunais de Justiça. Foi aprovada para o CNJ por dez votos a um.

*Notícia editada para correção de informação. Scheffler é juiz de Direito em SC, não juiz federal. 

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 9 de agosto de 2017, 18h52

Comentários de leitores

1 comentário

sugestão de correção

Daniel André Köhler Berthold (Juiz Estadual de 1ª. Instância)

As expressões “juiz federal Márcio Scheffler Fontes” e “Scheffler é juiz de Direito do Tribunal de Justiça de Santa Catarina”, contidas na notícia no momento em que enviado este comentário, são juridicamente incompatíveis. Se é Juiz Federal, está vinculado a Tribunal Regional Federal; se é Juiz de Direito, está vinculado a Tribunal de Justiça.

Comentários encerrados em 17/08/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.