Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Exposição demais

Ministro Gilmar Mendes escapa de tomates durante evento em São Paulo

Por 

Quando era presidente do Supremo Tribunal Federal e trabalhava para implantar a TV Justiça, o ministro Marco Aurélio ouviu do colega Sepúlveda Pertence que aquela não era uma boa ideia. “A exposição será muito grande. Há o risco de levarmos tomates nas ruas”, disse o então vice-decano para o então presidente. Nesta segunda-feira (21/8), o ministro Gilmar Mendes quase foi a primeira vítima dessa exposição.

Gilmar Mendes escapou de levar tomates durante evento em São Paulo nesta segunda-feira (21/8).
Fellipe Sampaio/SCO/STF

Ele estava escalado para fazer a abertura de um evento sobre reforma política organizado pelo Estadão na sede do jornal, em São Paulo. Chegou atrasado, porque o voo em que viria, às 6h05, foi cancelado pela TAM. Nesse meio tempo, um espectador sentado na primeira fileira da plateia carregava tomates destinados ao ministro Gilmar. Foi expulso do evento a tempo por um segurança que viu a munição nos bolsos do manifestante.

Não deu tempo de ele se justificar, mas um grupo de senhoras reclamava de Habeas Corpus concedidos pelo ministro no fim da semana passada. Chegaram a vaiá-lo durante a palestra, mas portavam apenas cartazes de papel pedindo “faxina geral”.

 é editor da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 21 de agosto de 2017, 14h52

Comentários de leitores

4 comentários

Coitado do Tomate

João Paulo Padilha (Procurador da República de 1ª. Instância)

Mesmo se estivesse podre o tomate não mereceria este fim...

Ainda bem

Gabriel Matheus (Advogado Autônomo - Consumidor)

Seria um desperdício de tomates.

Cade a Democracia?

Marcos Eiró Adv (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

O vandalismo impera em todos os cantos, mas nao podemos conviver com tremenda falta de respeito, pois simplesmente a opiniao popular quer comandar esse Pais.
Tenho profundo respeito e admiracao pelo Ministro Gilmar Mendes e por todos os outros que fazem parte integrante de tantos outros Tribunais. Acho que a independência deve preponderar, afinal de contas a Constituicao Federal albergou aos Magistrados uma serie de prerrogativas para que nao venham a ser "mandados de outros". Respeitem o Ministro Gilmar Mendes, que por sinal tem sido, nos ultimos tempos, a VOZ DA DEMOCRACIA.
Marcos Eiró, advogado
Belém PARÁ

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 29/08/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.