Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Pleito em vigor

TSE mantém eleição para governador do Amazonas e cassação de José Melo

O Tribunal Superior Eleitoral decidiu nesta terça-feira (22/8) manter a eleição direta para governador do Amazonas. Na decisão, o tribunal manteve a cassação do mandato do ex-governador José Melo (Pros) e seu vice Henrique Oliveira por compra de votos na campanha de 2014 e as eleições suplementares — cujo primeiro turno aconteceu no dia 6 de agosto. 

O novo governador do Amazonas será conhecido no segundo turno das eleições, no dia 27 de agosto, disputado entre Amazonino Mendes (PDT), que teve 38,92% dos votos, e Eduardo Braga (PMDB) com 24,7% dos votos.

Amazonino Mendes nasceu no Amazonas e é formado em Direito. Iniciou sua vida política em 1983, quando foi eleito prefeito de Manaus. Foi eleito para o cargo mais duas vezes, em 1993 e em 2009. Por três vezes, também foi governador do Amazonas. Em 1991 e em 1992, foi senador. O vice de Amazonino é o deputado estadual Bosco Saraiva, do PSDB.

O senador Eduardo Braga nasceu em Belém (PA) e é engenheiro. Foi eleito vereador em 1983. Já foi deputado estadual e federal, governador do Amazonas em dois mandatos e vice-prefeito de Manaus. É senador desde 2011. O vice de Braga é Marcelo Ramos, do PR. Com informações da Agência Brasil. 

Revista Consultor Jurídico, 23 de agosto de 2017, 10h15

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 31/08/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.