Consultor Jurídico

Notas Curtas

Por Leonardo Léllis

Blogs

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Dedos cruzados

OAB divulga lista preliminar de aprovados no XXI Exame de Ordem

Foi divulgado nesta terça-feira (14/2) o resultado preliminar da segunda fase do XXI Exame de Ordem Unificado (prova prático-profissional), aplicada no dia 22 de janeiro. Para quem quiser recorrer, o prazo começa a correr a partir das 12h da próxima quarta-feira (15/2) e vai até as 12h de sábado (18/10), conforme o horário de Brasília, no site da Fundação Getulio Vargas. O resultado final deve ser anunciado no dia 8 de março. Quem não for aprovado pode usar a nota da primeira fase no XXII Exame — o edital de repescagem deve ser publicado em 23 de fevereiro. A aprovação no Exame de Ordem é requisito necessário para a inscrição nos quadros da OAB como advogado.

Clique aqui para ver a lista de aprovados.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 14 de fevereiro de 2017, 19h00

Comentários de leitores

4 comentários

Dois Pesos, Duas Medidas

Nani Melo (Outros)

Concordo com Você, Vasco. A OAB faz reserva de mercado. O exame não comprova competência pois assim como em outras profissões temos advogados e advogados. O Governo Federal omisso acata isso. E usa dois pesos e duas medidas. Enquanto impede que brasileiros, formados em direito no Brasil, com diploma reconhecido pelo MEC, exerçam sua profissão, beneficia estrangeiros formados no exterior em medicina com o Programa Mais Médicos, no qual podem trabalhar livremente no país. Sem o revalida, que sempre foi obrigatório no Brasil e através de contratos com países em que vigora a ditadura, uma afronta à nossa democracia. É o antigo provérbio: aos amigos tudo, aos inimigos a lei. Mas nós somos os brasileiros...O Presidente Temer deveria se engajar para mudar isso. Este seria o seu legado.

Dois Pesos, Duas Medidas

Nani Melo (Outros)

Concordo com você. A OAB faz reserva de mercado impedindo bacharéis de trabalharem. O exame da OAB não comprova maior competência pois assim como em outras profissões temos advogados e advogados. O Governo Federal omisso concorda e acata tal decisão. Entretanto, usa dois pesos e duas medidas pois, enquanto impede que brasileiros formados em Direito no Brasil, com diploma reconhecido pelo MEC exerçam a sua profissão, permite através do programa Mais Médicos que estrangeiros, formados no exterior em Medicina exerçam a profissão no Brasil sem o revalida, que sempre foi obrigatório no país. Mas a lei "pode" ser "esquecida" quando se trata de assuntos de interesse do governo. E o Mais Médicos ainda é uma afronta à nossa democracia pois é um regime de trabalho diferente do nosso por se tratar, na maioria das vezes, de acordo com países em que vigora a lei da ditadura, como já foi denunciado por inúmeros médicos estrangeiros que se encontram no país. É o antigo provérbio: aos amigos tudo, aos inimigos a lei! Mas nós somos os brasileiros... Presidente Temer deveria se engajar para mudar isso. Este seria o seu legado.

E a exploração continua

MISTURA DE LORDE COM JAGUNÇO (Funcionário público)

Um exame para jogar no ralo os anos de faculdade! Como posso denominar este desnecessário e malévolo exame?: caça-níquel, pois não qualifica ninguém, apenas engorda os cofres da OAB!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 22/02/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.