Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mais espaço

Processo Eletrônico do TJ-DF passa a aceitar arquivos de até 5 MB

O sistema do Processo Judicial Eletrônico (PJe) do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e agora aceita anexação de arquivos maiores. Desde o dia 16 de fevereiro, o tamanho de arquivo de extensão PDF que pode ser enviado pelo usuário do PJe passa de 3,5 para 5 megabytes. A mudança era uma demanda da seccional da Ordem dos Advogados do Brasil no DF.

A iniciativa faz parte de uma sequência de aprimoramentos no sistema, que terá sua versão 2.0 implantada no dia 29 de maio. Nesse sentido, no dia 17 de março, o PJe chegará a 38 novas serventias: 1ª a 25ª Varas Cíveis de Brasília, 1ª a 5ª Varas Cíveis de Taguatinga, 1ª a 3ª Varas Cíveis de Ceilândia, 1ª e 2ª Varas Cíveis de Águas Claras, Vara Cível do Guará, Vara de Execução de Título Extrajudicial de Taguatinga e Vara de Execução Fiscal.

O PJe também será implantado nos Serviços de Distribuição dos Fóruns de Ceilândia, Águas Claras, Taguatinga, Guará e no prédio do Setor de Indústrias Gráficas. “O processo eletrônico deve ser repensado para atender as necessidade dos advogados, afinal de contas, somos o maior número de usuários do sistema”, afirmou Hellen Falcão, conselheira da OAB-DF e vice-presidente da Comissão de TI do Conselho Federal da OAB. Com informações da Assessoria de Imprensa da OAB-DF.

Revista Consultor Jurídico, 19 de fevereiro de 2017, 17h52

Comentários de leitores

1 comentário

iludido Advogado autônomo

Iludido (Advogado Autônomo - Civil)

Qual seria o entendimento dos tribunais em limitar o espaço para a utilização de arquivo junto ao processo eletrônico em foco. Qual seria o motivo para que sempre fique fora do alcance ( ar)o uso da internet nos provedores que se informam. Nós sabemos que somos país pobre à semelhança dos Venezuelanos hoje e dos países da América Latina no todo. Nossa internet é importada e portanto resíduo; Tudo que temos em termos de tecnologia e experimentos, são importados e até piratados à moda chinesa. Por isso também, não sabemos votar senão, por pelo menos uma cesta básica. OU será que é para dificultar o trespasse do documento material a virtual. O utilizador da coisa falar menos e tentar explicar mais. Deveria ser explicado, mas em terceira cultura, não se explica, mas sim se aplica. Há lugares em que o espaço é de 3Mb onde há neste caso; economia de bobagem por outros gastos desnecessários e abusivos mas de interesse de poder em detrimento doloso ao contribuinte rejeitado.

Comentários encerrados em 27/02/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.