Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Problema que segue

TJ-RJ suspende prazos desta terça (4/7) por instabilidade no peticionamento

Pelo segundo dia seguido, a Presidência do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro suspendeu os prazos processuais por causa de problemas no sistema de peticionamento eletrônico. A suspensão foi oficializada no Ato Executivo 191/2017, assinado pelo desembargador Milton Fernandes de Souza, presidente da corte.

A medida vale para ações de primeiro e segundo graus de jurisdição e todas as comarcas do estado. Na segunda-feira (3/7), a mesma medida foi adotada também por causa da instabilidade apresentada pelo sistema de peticionamento.

Leia a íntegra do ato:

ATO EXECUTIVO 191/2017

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, DESEMBARGADOR MILTON FERNANDES DE SOUZA, no uso de suas atribuições legais;

CONSIDERANDO a indisponibilidade de acesso ao sítio eletrônico do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro no dia 04 de julho de 2017;

CONSIDERANDO que o problema de acesso ao sítio eletrônico causa dificuldades no peticionamento intercorrente do processo eletrônico;

CONSIDERANDO o disposto no § 2º do artigo 10 da Lei Federal nº. 11.419, de 19 de dezembro de 2006, sobre a informatização do processo judicial;

CONSIDERANDO que o problema ocasionou a indisponibilidade do referido sítio eletrônico por mais de 60 (sessenta) minutos no dia mencionado;

CONSIDERANDO o disposto no artigo 2º, § 5º do Ato Normativo Conjunto 12/2013, alterado pelo Ato Normativo Conjunto 08/2015;

CONSIDERANDO o que restou decidido no processo nº 2017-111006;

R E S O L V E:

Art. 1º. Suspender os prazos processuais, dos processos eletrônicos nos 1º e 2º graus de jurisdição, em todas as Comarcas do Estado do Rio de Janeiro, no dia 04 de julho de 2017.

Art. 2º. Este Ato entra em vigor na data de sua publicação.

Rio de Janeiro, 04 de julho de 2017.

Desembargador MILTON FERNANDES DE SOUZA
Presidente do Tribunal de Justiça".

Revista Consultor Jurídico, 5 de julho de 2017, 17h02

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 13/07/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.