Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Tríplex em Guarujá

Veja os vídeos do depoimento de Lula a Sergio Moro na operação "lava jato"

Terminou na noite desta quarta-feira (10/5) o primeiro depoimento dado pelo ex-presidente Lula como réu na operação “lava jato”. Ele falou ao juiz Sergio Moro sobre uma ação penal em que é acusado de ter sido beneficiado pela reforma de um apartamento pela construtora OAS.

Ex-presidente Lula depôs nesta quarta-feira ao juiz Sergio Moro.
Reprodução/YouTube

Segundo relatos dos advogados presentes ao depoimento, Lula mostrou-se seguro durante todo o depoimento, que durou mais de cinco horas. Deixou de responder apenas as perguntas de Moro que não tinham a ver com o processo — por exemplo, o que o ex-presidente pensa a respeito do julgamento da Ação Penal 470, o processo do mensalão, pelo Supremo Tribunal Federal. As perguntas do Ministério Público Federal também foram respondidas sem tergiversações, contaram os advogados.

A defesa se incomodou com o questionário preparado por Moro, que repetia muitas das perguntas que Lula já havia respondido em outras ocasiões, quando depôs como testemunha em outros processos. Os advogados pediram que o magistrado as adaptasse para o processo e discussão, mas ele seguiu com seu questionário.

A audiência foi acompanhada pelos advogados Cristiano Zanin Martins e José Roberto Batochio, que defendem Lula, e Fernando Augusto Fernandes, que representa o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto. Nesta quarta, Fernandes foi ao Supremo e ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região contra a proibição, imposta por Moro, de entrar na audiência com celulares.

Durante o depoimento, Lula explicou que nunca foi dono do apartamento e nunca teve qualquer relação com ele. Soube de sua existência em 2006, quando Marisa Letícia, sua mulher, contou que havia comprado cotas de participação num consórcio que envolvia o prédio, e em 2014, quando Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, o procurou para falar do assunto.

Em 2014, Lula disse a Pinheiro que não tinha interesse no apartamento, que estava “cheio de problemas”. Pinheiro, então, teria dito “vamos conversar”, e nunca mais voltou ao assunto.

Outra das acusações é que um elevador foi instalado no apartamento, tríplex, a pedido do ex-presidente. “Eu moro num apartamento com escada caracol. Seria insano eu pedir um elevador em um apartamento que não é meu e deixar o apartamento que vivo há mais de 20 anos sem!”, respondeu Lula.

Ao fim do interrogatório, Lula reclamou de vazamentos de conversas com seus familiares à imprensa, da condução coercitiva sem intimação prévia e dos “jovens” que estão à frente da “lava jato”.

“O Ministério Público, que é uma instituição que ninguém respeita como eu respeito, não foi feita para isso. Acusação tem que ser séria, tem que ser fundamentada, não pode ser especulativa”, disse o ex-presidente. “Hoje, a acusação é muito mais feita pelas capas dos jornais e das revistas do que os dados concretos das perguntas que vocês me fizeram. Pelas perguntas que vocês me fizeram, o Dr. Moro não deveria nem ter recebido a acusação”, criticou.

Lula ainda disse que o juiz deveria se “preparar” caso seja absolvido das acusações, porque será criticado pela imprensa. “Infelizmente, eu já sou atacado por bastante gente, inclusive por blogs que supostamente patrocinam o senhor”, respondeu Moro.

Veja os vídeos do depoimento desta quarta, divulgados pelo jornal O Estado de S. Paulo:

Revista Consultor Jurídico, 10 de maio de 2017, 21h44

Comentários de leitores

11 comentários

Perícias técnicas!!!!

Rogério Maestri (Engenheiro)

O mais surpreendente de tudo é a sensação que estamos no início do século XX quando vemos a apresentação das provas pelo Ministério Público, qualquer pessoa que assiste TV sabe que as técnicas forenses progrediram em muito nos últimos tempos, por exemplo, uma folha em branco ou de um formulário qualquer, pode ser periciada mesmo anos depois e verificada se impressões digitais foram deixadas na mesma.
Ou a Polícia Técnica da Polícia Federal é muito desatualizada (e nem assiste programas de TV do tipo CSI: Crime Scene Investigation!!!) ou simplesmente não foi requerida para periciar os "documentos" que foram no meio do julgamento passado as mãos do Presidente Lula.
Ou seja, qualquer um dos pseudo documentos apresentados no julgamento poderiam ser periciados e verificados se existiam impressões digitais sobre eles!
.
O que podemos concluir que as perícias não foram feitas simplesmente porque os delegados da Polícia Federal já sabiam a priori que não encontrariam nada!
.
O mais interessante que ao longo de todo este caso Lava Jato, nada semelhante foi levantado, mostrando que os Policiais Federais mais gostam de vestir roupas de SWAT do que fazerem investigações sérias.

pontos interessantes

Bulhoes (Técnico de Informática)

ola, achei alguns pontos interessantes neste depoimentos gostaria de compartilhar:
1. como a dona leticia precisou voltar ao apartamento com o filho so pra dizer que nao queria mais o negocio, nao poderia simplesmente ligar?
2. o lula mostrou a foto da escada em seu apartamento, se quebrou, pq da a entender que no outro apartamento ele quera elevador, pois a senhora sua esposa estava com problema na cartilagem, e no apartamento que morava tinha aquela escada que não servia pra nada pois ela nao subia aquela escada.
3. como encontraram um contrato em braco no ap do lula se ele nao tinha interesse pelo apartamento.
4. como minha mulher decide algo sem conversar comigo, que sou o que tem o dinheiro pra pagar as contas, como minha esposa decide comprar um carro e não conversar comigo a respeito, pelo menos pra perguntar sobre a marca do veiculo., essa e sobre o apartamento.
boa tarde e pense sobre essas questões.

Os alunos

S.Bernardelli (Funcionário público)

Os alunos dos advogados de Lula devem se orgulhar do professores que tem. Eu que não sou aluno e que sempre sonhei em poder estudar direito ontem tive uma aula fantástica. Acredito que Moro também admira o grande profissionalismo dos advogados, talvez, até pense, como gostaria de ter um promotor sequer, que chegasse a ser pelo menos a pontinha do dedinho do pé de um dos advogados. Se Lula foi sangue frio, cara de pau, como muitos acham, pouco importa o que importa é que Moro armou a ratoeira para pegar o Lula e quem foi pego foi ele (Moro)

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 18/05/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.