Consultor Jurídico

20 no 220

Gilmar Mendes é homenageado pelos 20 anos no Supremo em sessão plenária

Na abertura da sessão plenária desta quarta-feira (22/6) do Supremo Tribunal Federal, a corte prestou homenagem ao decano Gilmar Mendes pelos seus 20 anos no STF, completados na última segunda (20/6). O presidente Luiz Fux relembrou a data e logo passou a palavra ao ministro Dias Toffoli, que discursou em nome dos demais colegas.

Decano da corte, Gilmar Mendes foi homenageado pelos colegas de STF Fellipe Sampaio/SCO/STF

Em sua fala, Toffoli recordou a trajetória de Gilmar até chegar à mais alta corte do país, destacou seus mais importantes votos nos 20 anos de STF e exaltou a atuação do colega como constitucionalista.

"Sob a influência determinante de suas teses, ainda de antes de ser magistrado, o tribunal transitou do papel de última instância recursal, produtora de julgamentos individuais, para o de uma Corte Constitucional, defensora dos direitos fundamentais, e uma corte que decide questões sociais e institucionais de alta relevância e de impacto em toda a sociedade", disse o ministro.

"O homenageado é, ainda, um humanista e um agente da concretização dos direitos humanos e fundamentais, escritos na Constituição de 1988. E digo concretização porque, para além do que está no papel, são ações humanas que fazem com que esses direitos prevaleçam", continou Toffoli.

Indicado para a corte suprema brasileira pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Gilmar será ministro do STF até dezembro de 2030, quando completará 75 anos.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 22 de junho de 2022, 18h52

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 30/06/2022.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.