Consultor Jurídico

Primeira mulher negra

Ketanji Brown Jackson presta juramentos na Suprema Corte dos EUA

Por 

A juíza Ketanji Brown Jackson prestou dois juramentos na Suprema Corte dos EUA na quarta-feira (29/6) – o juramento judicial e o juramento constitucional. Mas ainda não tomou posse no cargo que foi deixado pelo agora ex-ministro Stephen Breyer, que se aposentou.

Ketanji Brown tomará posse na Suprema Corte entre setembro e dezembro
Reprodução

O presidente da corte, ministro John Roberts, disse que uma cerimônia oficial de posse será realizada no outono (no Hemisfério Norte, de setembro a dezembro). Os ministros voltam a trabalhar em 3 de outubro, depois das férias, supondo-se então que a cerimônia de posse será promovida nas proximidades dessa data.

De qualquer forma, uma vez que prestou juramentos, ela terá acesso à corte poderá começar a fazer algumas coisas, como montar sua equipe de auxiliares, arrumar seu gabinete e se familiarizar com alguns casos que irá julgar no próximo ano judicial. “Ela está ansiosa para começar a trabalhar, sem qualquer demora”, disse Roberts.

O juramento judicial foi administrado por Stephen Breyer, antes de formalizar sua aposentadoria. O juramento diz:

Eu, Ketanji Brown Jackson, juro solenemente que irei administrar a justiça sem respeito a pessoas e garantir direito igual ao pobre e ao rico e que irei, fielmente e imparcialmente, cumprir e realizar todos os deveres incumbidos a mim, de acordo com a Constituição e as leis dos Estados Unidos.

O juramento constitucional, que foi administrado pelo ministro John Roberts, é o mesmo que é exigido da maioria das autoridades, antes de assumir um cargo. Ele diz:

Eu, Ketanji Brown Jackson, juro (ou afirmo) solenemente que irei apoiar e defender a Constituição dos Estados Unidos contra todos os inimigos, estrangeiros e domésticos; que irei render fé e fidelidade verdadeiras ao mesmo; que assumirei essa obrigação livremente, sem qualquer reserva mental ou propósito de evasão; e que irei cumprir fielmente todos os deveres do cargo que vou assumir. Assim, que Deus me ajude.

Ketanji Brown Jackson, 51, será a primeira mulher negra e a segunda pessoa com background de defensora pública a ocupar o cargo de ministra da Suprema Corte dos EUA. Ela será a 116ª pessoa a ocupar esse cargo nos 233 anos de história da Suprema Corte, segundo os jornais e o site da Casa Branca, embora um press release da corte diga que ela será 104ª (provavelmente, por engano).

Com sua experiência de ex-defensora pública e ex-integrante da Comissão de Sentenças dos Estados Unidos, acredita-se que ela irá levar conhecimentos particulares sobre o Direito Penal e sobre a política legal de sentenças para a corte.




Topo da página

 é correspondente da revista Consultor Jurídico nos Estados Unidos.

Revista Consultor Jurídico, 30 de junho de 2022, 21h15

Comentários de leitores

1 comentário

Without Respect to Persons

Paulo Penteado (Advogado Sócio de Escritório - Tributária)

A tradução de "Without Respect to Persons" como "sem respeito a pessoas" ficou estranha... Seria melhor usar "sem diferenciar pessoas", "sem discriminar pessoas" ou algo assim. Leiam a respeito em https://www.lawweekcolorado.com/article/without-respect-to-persons/#:~:text=%E2%80%9CWithout%20respect%20to%20persons%E2%80%9D%20means,respect%20to%20fear%20or%20favor.

Comentários encerrados em 08/07/2022.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.