Consultor Jurídico

Estouro da manada

Para professor, tendência a virar 'bolha' é perigo das criptomoedas

Por 

O entusiasmo de investidores de todo o planeta pelas criptomoedas é cada vez maior, mas é preciso ter muito cuidado: os ativos digitais têm uma tendência a se tornarem "bolhas financeiras", que um dia estouram e deixam para trás um rastro de prejuízo.

Professor Helder Sebastião afirma que criptomoedas têm tendência a se tornarem "bolhas financeiras"
ConJur

Esse alerta foi feito pelo português Hélder Sebastião, professor da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra. Segundo ele, o comportamento de manada dos investidores contribui para essa tendência.

"As criptomoedas são sujeitas a modas, a posse nas redes sociais, e depois há um comportamento de manada, que segue um líder. Quando isso acontece, é natural que a atenção para o mercado aumente, e esse aumento faz crescer os preços de maneira exponencial, e assim cria-se a bolha. E, como em toda moda sem sustentação, a bolha arrebenta".

O professor de Coimbra também afirma que os governos nacionais não são capazes de controlar as operações com criptomoedas, sendo para isso necessária uma cooperação internacional.

"Se as criptomoedas são imateriais e estão no espaço etéreo da internet, como um país em particular consegue controlar sua utilização? Regulamentar é essencial, mas é preciso um esforço conjunto dos países para regulamentar e fiscalizar as criptomoedas".

Helder Sebastião participou na última quinta-feira (12/5) do "I Seminário Luso-Brasileiro sobre Criptoativos - Uma Visão Sócio-Jurídica e Econômica", evento multidisciplinar realizado na tradicional Universidade de Coimbra, em Portugal, e organizado em conjunto pela instituição portuguesa e pela Universidade Federal de Minas Gerais. Em debate, as criptomoedas sob as óticas do Direito, da Economia e da Sociologia.

Além dele, participaram do evento Pedro Góis, sociólogo e professor da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra; Ciro Chagas, advogado criminalista e professor no MBA em Compliance Digital da PUC Minas; Vanessa Rodrigues, advogada tributarista; André Hespanhol, advogado criminalista; e Silvio Azevedo, consultor comercial de bancos e seguradoras.

Assista à entrevista com Helder Sebastião:

*O jornalista da ConJur viajou a Coimbra a convite da organização do evento.




Topo da página

 é editor da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 13 de maio de 2022, 19h01

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/05/2022.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.